quarta-feira, julho 18, 2007

Querer ser.

Nada será como devia ser, nada vai ser fácil.
Já não sei o que espera por mim, e minha arrogância se volta contra seu dono.
Toda expectativa é frustrante. Todo apego, raíz do sofrimento. Em meus dedos porosos o suor.
Em meus dias a droga da minha vida.
Em cada esquina algo não vivido. Nas sarjetas os sonhos que ousei sonhar. [mas a ressalva cai bem. Quem não é assim? Vai saber.]
Nesses dias eu fico mais emputecido. Mas isso é normal.
O anormal é que estou de certa forma mais triste. Isso me incomoda.
Toda a certeza que tenho é que o vento não parece estar ao meu favor. A estrada anda fugindo de meus pés.
A cerveja na minha mão está esquentando, e não há ninguém ao meu lado.
As nuvens estão fechando. Inferno... parece que vai chover.
É inverno, e droga! Me sinto fraco, fruto de meu querer ser mais humano...

2 comentários:

*Sub-Woodstock.....! disse...

É Nóis.....

JuH disse...

Então seja...
Sinta o chão, mesmo que ele não esteja lá...
Viver depende apenas do nosso querer, vc quer? Pergunte pra si mesmo! o/

Muito tempo que não apareces hein menino?! Vê se não desaparece, minha vida ia ficar chata sem um blog à altura... Rsrsrss

Bjoos =*