quinta-feira, janeiro 08, 2009

Porque eu to cagando e andando para Santa Catarina

Acabou mais um ano. Estamos todos mais velhos, mais próximos de morrer, mais distantes do nascimento.
Passou as festas de Natal e ano novo, como muitos fogos de artifício, peru e tudo aquilo que já conhecemos bem. Agora é hora de outra festa.
Aliás o Brasil é um país em festa contínua. Marcamos a vida por festas. Vivemos nos intervalos.
Primeiro o carnaval, que aliás já é manchete em alguns sites e jornais. Logo após a Páscoa, que também virou um carnaval. Nesse meio tempo, se inicia os torneios de futebol regionais. Creio que trinta, quarenta mil pessoas pulando, gritando e sorrindo é festa demais pro meu rabo.
Após a Páscoa, vem as férias de meio de ano, que nos preparam para encarar mais um Natal e ano novo. Parece pouco porque na verdade é. Para sanar isso, temos centenas de micaretas fazendo carnaval fora de época espalhados pelo país.
Ai o mesmo filho da puta que torra milhões organizando o carnaval e a virada de ano na Paulista, vem me pedir dinheiro para ajudar os desabrigados do Rio Grande do Sul e as crianças do Criança Esperança, e eu tenho que ficar quieto. O mesmo bastardo que torra mais outros milhões com um estádio ou pagando salários exorbitantes para que homens se comportem como animais dentro de um campo de futebol faz o mesmo.
Por isso digo e repito: não ajudo. Não ajudo ninguém que eu não conheça, que eu ao menos não conheça a cor dos olhos. Pelo menos não banco o hipócrita que diz a Deus e ao mundo que ama e acolhe a tudo e a todos e torra dinheiro com supérfluo.
Mas ai o brasileiro esquece e ri. Típico...

4 comentários:

crônicas de quando voamos... disse...

rafa...eu me arrisco a beber!
mesmo vc sendo um petulante eu gosto de vc...de coração!

Lála Lalá disse...

Rio Grande do Sul NÃO é Santa Catarina ¬¬ seu carioca!!!!!!

Magui disse...

Gostei da sua tese: bem pensado.Acho que vou nessa...

Quarto de Hotel disse...

Realmente, como disse "Lála Lála", o RS não é Santa Catarina (e eu sou gaúcha), mas entendo o teu lado de se estressar com isso. Quanto ao carnaval tenho o mesmo pensamento, aos campos de futebol, não frequento justamente por esse tipo de problema (brigas...), porém acompanho o time. Opiniões diferentes, no entanto, acredito que grandes times de futebol sejam uma boa nessa questão, pois vários remetem uma parte, embora pequena comparado aos ganhos, de seus lucros a entidades carentes, uma ação, no mínimo, digna. Claro, deixando de lado toda a parte de propaganda do time, pelo menos ajuda, o que já é bom. No más, é o que eu acho! =D