terça-feira, dezembro 23, 2008

Recapitulando [sim, mais uma vez]

Entre erros e acertos, vitórias e fracassos, terminei o ano. Estou vivo.
O ano foi tenso para mim, e para o mundo também. A pior crise que o mundo já viu. Sim, pior que a de 29.
Me senti muitas vezes o próprio Buk, vagando horas e horas pelas ruas com um saco de pão se seco na mochila, sem grana para o ônibus. E nada de trampo. Quem em sã consciência contrataria um filósofo?
Era eu, a rua, o sol na moringa e minha cabeça voltada para poemas e letras, e teorias.
Escolhi meu caminho. Escolhi qual rumo seguir. Não sabia que seria tão ruim assim, como está sendo, mas estou me preparando. Cada dia de cada vez. [sim, um clichê.]
Parafraseando Fante, 2008 foi um ano ruim.
Mas esse ano foi um ano de mudanças... Gabeira perdeu no Rio, o que foi uma bosta, mas o Obama botou pra fuder nos EUA. Passei a confiar mais no meu país [Deus... eu disse isso?], e perdi um pouco da confiança que tenho em mim. Preciso estudar ainda mais, para recuperá-la.
Apanhar do PT me abriu os olhos para algumas coisas, assim como não lecionar. E participar do esquema eleitoral do C.A na faculdade foi algo bom.
Só quero que não se esqueçam de tudo o que foi feito durante esse ano. Das promessas vazias do presidente [a crise não nos afetará], das promessas cafajestes dos prefeitos, e essas carambolas todas.
Um bom fim de ano e um bom natal.
Até um outro dia.

3 comentários:

Anna disse...

é, pelo visto a crise não vai passar com 2008 =/ mas eu ainda boto fé no obama. beijos

Maristela disse...

Nossa...vc está estranho mesmo!!! Acredita mesmo no país?? Acha que o Obama vai botar pra fuder nos EUA?? Que coisa louca! Eu heim... que Raffa mais maluco: 2008 deve ter sido uma merda maior do que eu imaginava pra vc...
Bjs, meu irmãozão!

Magui disse...

Eu vivo a minha vida e faço a minha parte.Há muito deixei de ser palmatória do mundo.