segunda-feira, outubro 01, 2007

Obrigado senhor Anônimo

Um passo atrás, em um minuto qualquer.
Lá estou eu e um punhado de gente. Meu momento mais torto.
Cheiros e músicas. Cores e pegadas.
Um dia, e não faz tanto tempo assim, o mundo era tão incerto. Era um tempo, onde repetir palavras era tudo o que valia a pena fazer.
Em tardes onde eu sentava sozinho e ouvia bandas da década de 90, suado de tanto andar, cansado de tanto tentar.
Meu convite ao pecado... cabeça vazia oficina do diabo!
Um estilete corta sem pensar, a lâmina ainda sangra quando tocar.
Ai caiu minha ficha.
Porra!!! Até quando a vida ia ser só aquilo que eu estava fazendo? Até quando tudo seria cansaço, sarjeta, desilusão? Me cansei de ficar bêbado sem razão, de ouvir mentiras em vão. Meus sonhos ferindo egos.
E quando decidi viver feito gente, passou pouco tempo até que você chegou senhor Anônimo. Meus passos são certos, e meu horizonte firme. Te conheci no momento correto. E quando eu olho para o chão, vejo sua sombra junto a minha, sua mão segura a minha. À frente a luz do dia.

PS..: A todos que possuem blogs do Weblogger!!! Não consigo fazer coments por lá!!! Mancada!

4 comentários:

tertu disse...

cheguei aqui via "la vie est belle". interessante a forma como você escreve!
abs.tertu

Anônimo disse...

Nossa...q maior lindo amore!!!

mas quero deixar claro q eh uma Senhorita Anonima....por favor!!!

hehehehehe

beiju

=****

Inês disse...

Interpretei teu belo texto como o encontro que tivestes contigo mesmo, mas com as mudanças que buscavas. É isto que sempre sonhamos, algo que nos empurre para a frente,que ilumine nosso caminho. E tudo isto está dentro de nós mesmos. Um grande abraço!!

Maria disse...

sabes o que aconteceu a conceicao do cantinho escondido?ta trancado a 7 chaves...jinho