segunda-feira, dezembro 11, 2006

Pinochet e o PT

Morreu o desgraçado do Pinochet. Lá no Chile todos estão cantando e dançando, loucos, extasiados de alegria. Alguns claro, estão tristes. Sempre teremos aqueles que conseguem a margem de tudo ver o outro lado da negação. Ou da aceitação.
Ou que não conseguem ver lado nenhum.
Pinochet, ficou conhecido por ser um ditador, acusado de cometer genocídio, tortura, crimes de guerra (como se em uma guerra houvesse crimes maior do que ela própria...) entre outras coisas.
Mas... porque ele fez o que fez? Ora, por não querer decepcionar ninguém. Se me falam que eu sou um homem honrado, eu farei de tudo para que essa pessoa não passe por mentirosa. Quando dizem o inverso, e o fazem com mais frequência, eu mantenho a postura. Acho que com ele não foi diferente...
Ele tentou dominar o Chile, com desculpas cretinas e esfarrapadas. E, sejamos francos, por um certo tempo até conseguiu. Talvez tenha dominado até mais do que se pensou, afinal ainda temos pessoas chorando a morte dele, mesmo tendo ciência de tudo o que ele fez.
E como entra o PT nessa história toda? A princípio eu pensei que isso tinha a ver com o Lula, mas vi uma entrevista com o dono da Ferrari onde ele falava algo sobre não personificar a desgraça. Então isso me clareou a visão.
O PT tinha planos de se perpetuar no governo do país, e pretendia faze-lo através do esquema que ficou conhecido como o mensalão.
Ops... quem queria fazer o mesmo? Pinochet. Tem também o Fidel. Nós temos o Lula.
Cada país com o ditador que merece.
Cheguei a conclusão de que esses merdas todos são a personificação do PT.
Montezemolo tem toda razão, não vamos personificar. Não vamos colocar a culpa de todos os males em um simples homem. Ele morre.
Dentro de algum tempo ninguém vai se lembrar do Lula, do Pinochet, do Fidel...
Mas do PT? Ah... esse tem nos acompanhado desde que o mundo é mundo, mas com outros nomes. Já foi chamado de nazismo, imperialismo, burguesia, xenofobia...
E por ai vai.

7 comentários:

DO disse...

Deus queira que não nos lembremos mesmo do Pinócchio,Raffa.
Que o lado negro disto tudo tenha,de fato,sucumbido,naquela tarde em que o Roberto Jefferson entregou os planos da quadrilha.
Queria Deus!!
Valeu a visita.
Gostei daqui.
Abraços!

Inês disse...

Adorei tua visita ao meu blog e, retribuindo a visita, chego ao Pub 66 e encontro um texto que até parece escrito por mim, pois cada palvra está de acordo com minhas idéias. Esta cambada é toda da mesma escola! Não sei como conseguem enganar a tantos e por tanto tempo. Mas, como não há mal que sempre dure, aguardemos tempos melhores (acho que não dura muito, mas se transforma com outra cara,como um vírus. É este o mal.)**** Quanto a recolher sua cartinha feita para o Papai Noel, não faça isto, Papai Noel existe sim. Ele se veste de vermelho (embora não seja petista) e traz presentes para quem acredita nele. O resto são coisas da Marta Medeiros.***** Até mais!!!! OBS: Já vou te colocar nos blogs amigos!

Tangrê disse...

Agradeço pela visita e pelo ilustrado adendo. Mas não é minha intenção disseminar o caos (e precisa?).
Hoje é apenas um daqueles dias em que as garrafas parecem nos entender melhor que a poesia..

Ah! Percebo que houveram mudanças, pois pelo que lembro, o "dono do lugar para onde vão os sonhos" era um tal de Morpheus... Rapaz, creio que vc terá problemas com a D.C Comics e com sua irmão mais velha, a dona Warner (bros???).

abraço, (hic! hic! jujo bem... eu tô vendo...)

Autoria do Feminino disse...

Tem até graça! O homem estava velho, houve comoção no país. Queria ver se resolvessem utilizar a herança para indenizar as vítimas do regime. O homi ia revirar no túmulo.

Jessica disse...

comemorar a morte de alguem...
por + ruim q tenha sido a pessoa nao acho isso certo...
nao precisa ficar triste tb...
pode-se ater ficar satisfeito...
+ ficar feliz e comemorar nao te faz melhor do q a msm pessoa q morreu...
talvez algum dia eu continue com os pecados...
+ agora eu nao concigo colocar eles na minha cabeça e pensar algo q faça sentido

Blogue da Magui disse...

Com a figura de Pinochet nós podemos dizer que um povo que cria , alimenta e comemora seja o que for em função deste tipo de lider é pior do que os brasileiros.O Chile cresceu om um homeme destes liderando e tem muitos brasileiros que acham que somos inferiores pq eles vivem melhor.Esquecem que são muito menores do que o Brasil em extenção e população e que matar os desafetos para crescer qualquer um faz.

Carlos disse...

O povo é burro, as vezes até gosta de se enganar e de ser enganado. É triste, mas é uma verdade. Abraço.