sábado, fevereiro 21, 2009

19/02/2005

Eu estava deitado no sofá, assistindo televisão. Não me lembro o que. Não era importante. Por volta das dez e meia eu ouço barulho no portão. Minha prima entra gritando porta adentro. Minha mãe desce as escadas, já chorando. Eu fiquei sem saber como reagir.
- A tia morreu... - diz minha prima - A tia morreu.
Deus... e agora...?
Sem ter mais o que fazer, chorei.
Nada parecia ser real. Eu me sentia como éter de um sonho macabro. Mas era verdade. Uma das pessoas que mais amei nesse mundo, que mais me quis bem, tinha ido.
A pessoa mais doce, mais fabulosa que eu já tinha conhecido até então. Um exemplo de bondade, de amor.
Eu aprendi a mentir com metáforas. Descobri o segredo das palavras e o que está por trás delas. Vivi sentimentos e sensações... Mas não consigo até hoje entender porque ela não está aqui.
Eu era pedra, e a luz dela me fez estrela.
A respiração que não vinha, páginas de um passado amassado, de dias que eu queria ter passado sendo mimado em seus braços. E todo carinho transformado em mais que distância... Não parece justo...
E sempre que paro e penso, e sinto e repenso eu vejo... ela parece estar aqui. Cuidando de mim dentro de seu abraço. Vivendo outra vida através de meus passos.
Nessa semana eu passei lá uma vez mais, como faço todos os anos, e conversei com ela. Por fim deixei um retrato meu mostrando o quanto eu mudei.
Fui embora, e ela continuou dormindo mais próxima de Deus...
Obrigado Dona Maria Antônia de Lima..

10 comentários:

RENAN TORMENTOR disse...

Texto forte heim Rafa!!!!!!!!!!

Pow kra c ta ligado que eu nem sei o q e falar pra ti kra...

Somente os fortes adentram Valhalla Rafa e pode ter certeza q ela está la........assim como um dia nós dois estaremos la tambem vendo nossas filhas se fudendo nesse mundo podre de hoje onde o belo é o fraco!!!!

Gisele disse...

(isso não foi perda de tempo).

o/

Eu acredito que a morte é só um começo. É só um parte da nossa vida...E a gente nesse começo, escolhe aonde quer passar o resto.

Tenho certeza que ela está bem, dormindo sim, perto de Deus...
A vida é assim, né?
Não consigo acha-la tão injusta, não compreendo quando as pessoas chutam o balde e dizem ser tristes, ou que a vida não vale a pena.
Pra mim vale. Muito!
"Pq não vale a pena ficar triste, tem que ser forte pra viver feliz e ser atrevida pra mudar de humor tão rápido, acho q esse tipo de pessoa (como eu) assustam as outras que costumam prolongar os estados emocionais... Que, pra serem felizes tem que tomar 3 copos de vodka, não só um, e quando estão tristes, costumam se enfiar num quarto escuro e ficar por um bom tempo...
Talvez essa seja minha ansia, a vontade de viver que é tão forte..."

Você disse que ela era "luz".. Ela deveria gostar de viver, criou laços tão fortes que estará eternizada no coração de muitas pessoas...

Eu já hoje gastei o estoque de palavras! rss
Estou cansada...Se falei bobagem, perdoe-me.

Beijo, de quem te quer bem pra sempre!

Mari disse...

Sem ter muito o que dizer, pq nada vai resolver, te direi: O danado do tempo dá um jeito nisto tudo.
Sinto muitíssimo, meu grande irmão!

Beat* disse...

Isso dói cara...
Mas o que há de se fazer senão chorar sozinho no escuro quando a saudade bate e ninguém está vendo?

Magui disse...

A saudade é , mesmo,terrível...

Larissa disse...

Sinto muito pela sua tia, mas entendo perfeitamente o que vc sente, perdi minha mãe há 5 anos e até hj, sempre q sonho com ela, é com ela recuperada da doença... a ficha demora p cair.
Nem preciso falar p vc q ela sempre vai estar no momento em q vc precisar dela, vc q perdeu um ente querido sabe que isso é fato.
Bjs.

crônicas de quando voamos... disse...

bom...é dificil lidar com perdas...eu ñ sei...te falo que as lembranças um dia serão mais fortes que a dor e se tratando de vc querido rafa logo isso se transformará em energia, que é o que vc tem de melhor e mais forte...

Marcos S. P. Euzebio disse...

Eu te digo que silencio, agora...

Marco Rodriguéz disse...

É cara,essas coisas fazemparte da vida...

eu passei pra ti um selo que recebi.
Dê uma olhada no meu blog que você vai entender.
Agora, é sua vez. Se quiser.
As regras são:

1. Exibir a imagem do prêmio;
2. Linkar o blog do qual recebeu o Prêmio Dardos;
3. Escolher 5 (mais ou menos) blogs para entregar o Prêmio Dardos;
4. E avisar a todos

Rodrigo M. disse...

é por isso que devemos aproveitar os bons momentos enquanto podemos.

Texto bonito Raffa, ele ficaria orgulhosa.